Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Três antes dos Trinta

26
Mar18

Shitstorm

Ana Sousa Amorim

Hoje acordei bem-disposta. A meio da noite tive que ir dormir com o Gonçalo, acordei cheia de dores de costas, mas estava sol e eu estava bem-disposta. Ele saiu para trabalhar, levou o miúdo à avó e eu desejei boa viagem, tudo lindo, adeus meus amores. Fechei a porta, tomei o pequeno-almoço porque os gémeos ainda dormiram mais meia-hora, e depois aproveitei a hora do biberão para ver o documentário sobre o Harvey Weinstein que deu na SIC Notícias. Depois do biberão, até pensei em tomar logo banho, tirar-lhes o pijama, fazer a cama e tirar umas fotos giras cheias de luz, dignas de no mínimo 10 hashtags, tiradas no quarto com cuidado para não se apanhar aquele canto que parece a Zara em saldos nem a minha pança de pós-parto que comeu Burger King ontem à noite. Mas não me apeteceu, continuei na ronha, eles dormiram um pouco ao colo e eu vi bocados do Quatro Casamentos e Um Funeral a babar pelo Hugh Grant, que vai-se a ver era um borracho. Que manhã porreira, pensei eu antes da minha vida mudar. Devia ter visto os sinais. Os cães ladram antes de um terramoto, cá em casa eles calam-se antes de uma tempestade. Devia ter previsto o festival de merda.

A Leonor acordou com fome, tratei dela como habitual e dei-lhe o biberão enquanto terminava o filme. Foi quando a pus a arrotar que o ouvi. O trovão do cocó. Daqueles com força suficiente para passarem imediatamente a fralda, as calças interiores, as calças do pijama e as minhas. Hmmm, isto que sinto, é o quê? Chichi que saiu da fralda? Mas troquei-a agora, será que a pus mal? Não, querida Ana, sua inocente, não é chichi. É diarreia. Saberás a dimensão da coisa quando te levantares para a levares ao trocador e vires que o teu tapete da sala tem uma mancha de cocó.

Meia hora, muitas toalhitas e resguardos depois, Leonor apresenta-se na sala como nova, embora o irmão que acordara com fome e gritara durante pelo menos 10 minutos não tenha ficado impressionado. Eu, que acordei uma pessoa nova e optimista, decidi então que ia continuar bem-disposta. Vem cá, meu amor lindo, não tens culpa que a tua irmã tenha cagado tudo, estás cheio de fome, vou tratar já de ti, tomarei banho depois. Tirei as minhas calças para não o sujar, passei toalhitas pelas pernas e dei-lhe o biberão. E então chegou. O quê, Ana, mais merda? Sim, queridos, mas já lá vamos. Antes o Duarte bolçou o tapete porque a mancha de merda era pouco, para ser maus-tratos a sério teve que levar ali com um bocadinho de leite. Depois tive direito a um cocó de proporções dantescas que também envolveu body, calças, resguardos, a minha camisola de pijama e a parede do quarto.  Ainda bem que fiquei gelada por andar só de cuecas, valeu imenso a pena para não o sujar.

Sabem aquele momento em que a nossa vida se parece um bocadinho com uma cena de filme? Quando somos tantos que vamos em dois táxis e dizemos ao taxista "Siga aquele táxi!" como se fosse mais fácil do que dizer "É para o NB, sff." ou quando respondemos "Eu vou beber o mesmo que ele" mesmo que não tenha a mesma piada do que "I'll have what he's having." Eu tive um déjà vu de cinema hoje várias vezes. A cena era eu a esfregar cocó de bodies, de luvas a desinfectar o chão do quarto deles e o trocador, a limpar-me no banho a tentar esquecer, mas parecia uma cena de um filme quando alguém mata alguém e depois limpa a cena do crime.

E como também disseram num filme, amanhã é outro dia. Não arruinarão o meu optimismo.

Claro que estou a ser irónica. Não vêem como dá merda quando me encho de mindfulness? Mau-feitio para sempre.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Mais sobre mim

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub